A placa da Cruz


"Pilatos escreveu também um título, e pô-lo em cima da cruz; e nele estava escrito:
JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS.
Jo 19.19
Iesvs Nazarenvs Rex Ivdaeorvm (latim)

      Uma simples placa foi o último motivo de tumulto para os líderes religiosos judaicos a respeito de Jesus. Ora ao invés deles estarem alegres por ter conseguido finalmente se livrar de um grande causador de tumultos, a pessoa que mostrava para eles o seu grande erro tanto para com o povo e para com Deus aquela simples placa mudaria muita coisa e ela seria o último grande reconhecimento da presença manifesta de Deus em Jesus. Pode se perguntar: a placa da cruz? O que ela tem demais? Apenas estava escrito INRI e não tem nada demais nisso. É nesse ponto que vamos observar o que realmente estava por trás de uma pequena ou grande frase.

1 - A frase.

      Os versículos a seguir nos mostra uns detalhes importantes dentro desta placa. No versículo 20 de João 19 diz que muito judeus leram o que estava escrito na placa, não temos relatos se toda a população judia tinha conhecimento do idioma romano, para estar escrito apenas as inicias INRI e principalmente no latim, ao continuarmos o mesmo verso e parar e ver um detalhe muito importante a passagem relata que estava escrito em ARAMAICO (hebraico), GREGO E LATIM podendo ter o alcance para todos os que estavam em Jerusalém naqueles dias de festas, era natural e comum se ter estrangeiros
      Na tradução KJA (King James Americana) de Mt 27.37 lemos que a placa foi fixada com o título de sua acusação, ela era de Roma, mas a sua acusação era judia. Jesus não teve uma acusação além de dizer que era o rei dos judeus, a qual os sacerdotes encontraram para que Pilatos pudesse mandar matar a Jesus, mesmo ele sendo inocente. A auto declaração dos sacerdotes para Pilatos que Yeshua (Jesus) era o rei deles, estava mostrando simplesmente que poderia haver uma rebelião judia para com o império romano. Os sacerdotes não podiam imaginar que Pilatos colocaria uma placa com a sua acusação, mesmo não querendo eles foram os grandes autores da última grande manifestação de Jesus em sua morte.

2 - O império.

      Por muito tempo eu me perguntei ao ler Jo 19.21 ficava imaginando, mas não era aquilo que eles acusaram a Jesus? E como apenas 4 letras com podia significar tudo isso e era em Latim nem em seu idioma? Fui ensinado que o motivo era porque eles o rejeitaram como o Mashiah (Messias) vindo da parte de Deus. O povo também não percebeu a grande importância do que estava escrito naquela placa, se estava escrito apenas 4 letras como e posto por alguns estudiosos da bíblia seriam apenas palavras sem muita importância. Os quatro evangelhos são unanimes em seus relatos que estava escrito a frase: Jesus Nazareno Rei dos Judeus, a frase estava ali posta para a vergonha de Jesus e mostrar o poderio romano e para amedrontar qualquer que tentasse se rebelar contra o Império.
Existia no século primeiro um grupo de judeus conhecidos e denominado de ZELOTES, esse grupo acreditava que Israel deveria estar livre do império romano, lutava com todas as suas forças contra o império querendo a independência de seu País. Os zelotes provocaram várias grandes rebeliões ao longo da sua existência contra o império de Roma, segundo historiadores um do principal motivo da destruição do templo e de Jerusalém em 70 d.C., foi por causa de uma revolta armada provocada pelos zelotes. 
A demonstração para Roma estava muito clara e posta na cruz de um suposto rei dos judeus, para ser exemplo aos rebeldes. Mas, Pilatos não estava bem confortado com esta placa não demorou muito para ter os sacerdotes, mais uma vez lhe aperreando e pedindo para que a placa fosse tirada. A resposta de Pilatos vemos no versículo 22 do texto base (Jo 19.22). O que escrevi, escrevi.

3 - Os sacerdotes

      Voltarei um pouco no assunto, um dos maiores segredos possa estar dentro de Jo 19.21, a placa estava escrita em três idioma e não apenas no latim, o povo podia ler o que estava escrito em sua placa principalmente em Hebraico. Yeshua Hanotzri Vemelech Hayehudim (primeira frase da foto está em hebraico). Através, de um pequeno conhecimento de hebraico vamos observar o que realmente os sacerdotes viram o que estava escrito, e a grande mensagem dentro de uma pequena placa. Vamos para uma ciência pouco conhecida no meio cristão a guematria uma ciência judaica conhecida pelos rabinos.
      A guematria é o método hermenêutico de análise de palavras, atribuindo um valor numérico definido a cada letra. Não somente valor numéricos, mas também pode ser usado como leitura de nomes dentro de frases públicas ou ditas por pessoas. Era uma ciência de conhecimento dos rabinos e sacerdotes da época, usando essa ciência eles viram algo a mais do que todo o resto do povo judeu que estava acompanhando a crucificação de Cristo.
      A mensagem estava posta na placa dando o devido reconhecimento para aquilo, que Jesus tanto falava e pregava em seus sermões. Possa ter sido o motivo real para os sacerdotes terem ido diante de Pilatos para pedir a mudança daquela placa. Vamos analisar a frase da placa em hebraico e aplicando a guematria, apenas separando a primeira letra de cada palavra da frase:
Yeshua Hanotzri Vemelech Hayehudim

      As letras estão em maiúsculas formando o famoso tetragrama YHVH, o nome de Deus. Sim, eles viram o nome de Deus escrito na frase posta por Pilatos na cruz, demonstrando a verdadeira natureza do Cristo crucificado. Poderia estender e alongar mais dentro desse pequeno detalhe o povo não vira esse pequena e importante palavra dentro de uma simples placa.

Conclusão

      Aquela placa não estava escrita INRI, como muitos colocam que estava escrito é sem importância o que estava posto em latim ou no grego. Se estivesse apenas escrito as letras iniciais dos três idiomas que aquela placa, demonstrava realmente a quem eles mataram o grande erro que os judeus cometeram. YHVH (Adonay, Elohim, Yud He Vav He, Yehovah Hahoveh Vehayah Veyavo). Se fosse as quatro letras apenas eles dobrariam seus joelhos e se arrependeriam dos seus pecados, tudo isso foi para cumprir a profecia de Isaías 53.3-5:
"Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima.
      Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças, contudo nós o consideramos castigado por Deus, por ele atingido e afligido.
Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados."

Shalom


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.